Design

Um bom layout agrega valor, estilo, status e identidade à sua marca.

Conteúdo

Produção de conteúdo focado em estratégias de otimização de buscas

Estratégia

Soluções assertivas e sob medida para seu negócio

Título

Autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat nulla facilisis at vero eros et dolore feugait.

Arquivo Mensal Maio 2010

Já é possível manter a privacidade, desativando o Google Analytics. Mas que "privacidade" é essa?

Add-on Google Analytics. Tools.

Add-On :: Desativar Google Analytics

Ao ficar sabendo desta notícia me questionei sobre o que seria exatamente essa “privacidade” que o Google agora que dar a seus usuários. Seria pressão por conta do que está acontecendo com o facebook ou seria uma manobra monopolista de criar o vírus e depois a vacina?

O lançamento deste “add-on” impede o envio de informação para o serviço Google Analytics e faz a ferramenta não servir mais.

A ferramenta já está disponível em sua versão beta para os browsers Internet Explorer, Firefox, e Chrome.

Ao meu ver esta ferramenta é apenas para dar uma opção “escolha” para se proteger contra os ataques que estão acontecendo ao Facebook. Ou pode ser ainda pior a minha premissa. Será que é pra vender um serviço pago, ou seja, na minha analogia a “vacina”?

É no mínimo irônico o Google criar o Analytics e depois fazer ele se tornar inútil.

Por um Google Analytics gratuito, sugiro não instalar #analyticsfree.

Mas, claro, todos têm o direito de escolher.

Você realmente acredita que sua privacidade está sendo invadida pelo analytics? Bem, para quem não sabe, ele não informa seu nome, telefone, nem muito menos seu endereço. Apenas nos dar um norte para podermos melhorar nossas estratégias de marketing digital.

E você, o que acha desta política de privacidade do Google?

Ao ficar sabendo desta notícia me questionei sobre o que seria exatamente essa “privacidade” que o Google agora que dar a seus usuários. Seria pressão por conta do que está acontecendo com o facebook ou seria uma manobra monopolista de criar o vírus e depois a vacina?

O lançamento deste “add-on” impede o envio de informação para o serviço Google Analytics e faz a ferramenta não servir mais.

A ferramenta já está disponível em sua versão beta para os browsers hoje Internet Explorer, Firefox, e Chrome.

Ao meu ver esta ferramenta é apenas para dar uma opção “escolha” para se proteger contra os ataques que estão acontecendo ao Facebook. Ou pode ser ainda pior a minha premissa. Será que é pra vender um serviço pago, ou seja, na minha analogia a “vacina”?

É no mínimo irônico o Google criar o Analytics e depois fazer ele se tornar inútil.

Por um Google Analytics gratuito, sugiro não instalar #analyticsfree.

Mas, claro, todos tem o direito de escolher.

Você realmente acredita que sua privacidade está sendo invadida pelo analytics? Bem, para quem não sabe, ele não informa seu nome, telefone, nem muito menos seu endereço. Apenas nos dar um norte para podermos melhorar nossas estratégias de marketing digital.

E você, o que acha desta política de privacidade do Google?

O poder das mídias sociais no relacionamento e reputação das empresas

Nos dias atuais não tem jeito de sua marca ser relevante se ela não estiver na web. Esta foi a grande revolução do século XXI. Uma revolução econômica e social. Podemos dizer com toda certeza que temos um novo canal de vendas e de comunicação. O mercado mudou sua forma de se comunicar com seu público, porque seu público mudou sua forma de se comportar.

Nos princípios de marketing já se dizia que devemos avaliar o comportamento do consumidor para sermos bem-sucedidos na venda de nossos produtos e serviços. E, por isso, podemos dizer que as mídias sociais influenciam diretamente sobre o seu negócio, tanto positivamente como negativamente. Muito cuidado com o que o escreve, senão todo o trabalho realizado pelo seu Relações-Públicas, vai por água abaixo. Cuide de sua reputação também online.

É fato que cresce exponencialmente o número de empresas utilizando as redes sociais para alavancar o seu negócio na Internet. Porém, criar o perfil empresarial no Twitter, Orkut e Facebook, não é suficiente. É preciso saber usar corretamente as mídias sociais.

Devemos ter bom conhecimento das ferramentas e ter boas práticas para poder nos relacionar de forma eficiente com o nosso público-alvo.

Segue aqui duas dicas básicas, e essenciais, do que você deve ou não fazer para começar com o pé direito:

>      Em primeiro lugar, seja sincero e não crie perfis falsos. Da mesma forma que as boas práticas de relações-públicas é colocada para os outros canais de comunicação, nas redes sociais não é diferente.

>      Não se autopromova, e sim, compartilhe e interaja ao máximo. A rede social não é publicidade, e sim canal de relacionamento.

Com essas duas premissas você poderá incluir e começar a explorar as mídias sociais no seu planejamento de marketing e de vendas do seu negócio. Mas, procure um bom profissional para lhe orientar. O mundo está cheio de boas intenções, mas se não utilizar direito às mídias sociais, elas poderão se virar contra você mesmo.