Design

Um bom layout agrega valor, estilo, status e identidade à sua marca.

Conteúdo

Produção de conteúdo focado em estratégias de otimização de buscas

Estratégia

Soluções assertivas e sob medida para seu negócio

Título

Autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat nulla facilisis at vero eros et dolore feugait.

Arquivo de tag

Como medir o sucesso de uma campanha em mídia social?

tipping (1)

A época do Boom em Mídias Sociais já passou. Agora o papo não é mais se devo ou não aderir esses canais, mas sim como elas podem medir o retorno sobre o investimento (ROI).

1- Objetivo. A primeira pergunta que você deve buscar responder é: Qual é o seu objetivo principal? Gerar buzz e conversações em torno de um produto em particular? Melhorar a percepção da minha marca? Aumentar o tráfego no meu website? Conhecer melhor o que pensam meus consumidores

2-Planejamento. Agora é planejar a campanha de mídia social.

Com desafios, objetivos e conceitos claros, fica mais fácil determinar como o resultado será quantificado. Mais comentários no blog, mais retweets ou seguidores no Twitter, links, fãs no Facebook? Sem saber o que e como medir, qualquer iniciativa será um tiro n´água, pois limitará sua capacidade de entender o mercado e implantar mudanças quando necessário. Embora não haja um jeito real de avaliar o quanto vale um seguidor no Twitter ou um fã no Facebook, existem algumas maneiras fáceis de medir o ROI de uma campanha de mídia social.

Dicas:

1) Ofereça descontos, cupons ou códigos de promoção exclusivos para quem navega nas redes sociais, sugere Devin Sugameli, especialista em marketing para mídias sociais. Se você é uma rede de varejo, poderá medir o sucesso da mídia online a partir do número de consumidores que aparecem na loja com o cupom na mão. Só tem um porém: esses fãs podem eventualmente replicar essa promoção para não-fãs (afinal, o princípio básico das redes sociais é compartilhar informação), e então você não saberá realmente como seguir a pista.

2) Rastreie links. Se você não tem condições de oferecer esses descontos especiais online que permitam rastrear as vendas, uma outra maneira é medir sua influência ao acompanhar links que você inclui em cada post que publica. Então, se você postar um link para o seu website no Twitter, e algum seguidor seu clicar nele, você poderá identificar em quais páginas e durante quanto tempo esse seguidor navegou no seu site. E aí comparar com outros cliques vindos via email ou página do Facebook, e então avaliar o que dá mais retorno.

3) Monitore o feedback do usuário e as menções à sua marca ou produto. Existem ferramentas gratuitas (começando com o simples Google Alerts). Acompanhar o que é dito sobre a sua empresa não significa necessariamente medir as vendas, mas vai ajudá-lo a avaliar o ROI em termos de propaganda boca a boca e publicidade gratuita.

Portanto, não adianta querer medir o retorno de um esforço de mídia social antes de dois ou três meses, não terá embasamento suficiente.

Após estes primeiros meses, já poderar mensurar. Se conseguiu se posicionar melhor no Google. Se seu site está mais visível. Se conseguiu ampliar o conhecimento das pessoas sobre sua marca. Se conseguiu aumentar o volume de palavras-chave de seu interesse relacionados a sua empresa.Se houve aumento de vendas.Antes disso, o máximo que vai conseguir descobrir e, de maneira superficial, é o número de seguidores e talvez uma pequena melhora no google, mas nada significativo.

Para ter sucesso nas suas campanhas, antes de iniciar seu planejamento em mídias sociais, descubra quais serão seus objetivos, pois isto influenciará diretamente no resultado final.

Qual é o melhor dia para enviar o seu e-mail marketing?

Esta pesquisa foi realizada por analistas de e-mail marketing que por anos investiram seu tempo em responder responder a pergunta: “Qual é o melhor dia para enviar o seu e-mail marketing?”. O resultado deu que nas terças quartas e quintas os e-mails tem maior chance de serem vistos, mas como sabemos, tudo depende. Abaixo podemos observar os prós e contras de cada dia da semana, e recomendações:

– Segunda-Feira:

Prós: Após o final de semana, muitos usuários tem necessidade de organizar suas caixas de e-mail para o resto da semana.

Contras: Muitos por causa do excesso de trabalho, não tem tempo de olhar seus e-mails durante esse dia.

Recomendação: Mande o seu e-mail numa hora tarde pela manhã, de preferência antes do almoço, que é a hora que a probabilidade do e-mail ser visto é maior.

– Terça-Feira:

Prós: Muitos já organizaram suas caixas de e-mail e tem um tempo extra para checá-los,

Contras: Enviar campanhas designadas a atividades no final de semana podem acarretar em “nãos” muito cedo.

Recomendação: Certifique-se de que suas mensagens enviadas na terça são correspondentes a ações que podem ser feitas durante a semana.

– Quarta-Feira e Quinta-Feira:

Prós:  As pessoas estão se preparando para o final de semana, então checam as suas caixas de e-mail para ver se tem algo.

Contras: Dependendo do destinatário, em dois dias eles pode esquecer o que foi enviado na sua mensagem.

Recomendação: Mantenha a sua mensagem agradável e menos agressiva para seus tempos mais calmos.

– Sexta-Feira:

Prós: As pessoas tendem a receber menos e-mails na sexta, o que torna o seu mais visível.
Contras: Alguns estão com tanta pressa, que podem ignorar automaticamente qualquer email que não pertencem ao trabalho.

Recomendação: Envie a sua mensagem no início do dia para que o destinatário tem mais tempo para lê-lo e tomar medidas.

– Sábados e Domingos:

Prós: Acredite ou não, as pessoas checam suas caixas no fim de semana. Este fator dá a sua mensagem potencial ilimitado.

Contras: Ao enviar e-mails de negócios no sábado ou domingo, você corre o risco de parecer um chato e irritar alguns clientes em potencial.

Recomendação: Tente evitar o envio de e-mail no sábado e domingo. Se necessário, apenas para os necessários.

Como você pode ver, existem vantagens e desvantagens para o lançamento de campanha de e-mail todos os dias da semana. É só saber qual é o seu objetivo e escolher o melhor dia.

Fonte: What is the best day in the week to send an email marketing campaing?

6 Dicas para usar corretamente as redes sociais

Relacionamento nas Redes Sociais

Saiba como montar um planejamento básico

1. Ajustes os processos internos

Antes de expor sua marca nas redes sociais, certifique-se da qualidade de seus produtos e serviços. Ao abrir esta porta você deverá estar preparados para lidar com críticas, dúvidas e atender com prontidão com clareza, honestidade e transparência.

2. Alinhe suas estratégias de Mkt e RP

As mídias sociais ajudam a empresa a melhorar o atendimento ao cliente e, conseqüentemente, gerar mais vendas. Mas, muito cuidado com suas ações de marketing em outros canais de comunicação. A exposição da sua marca, em qualquer meio, reflete diretamente nas redes e podem sujar sua reputação em algumas horas.

3. Profissionalismo nas mídias

Procure um profissional para dedicar-se exclusivamente às mídias sociais. Para se sair bem nas mídias sociais exige-se técnica e estratégia. A falta de um profissionalismo na web pode acabar trazendo o efeito inverso e arranhando a sua marca.

4. Equipe 100% Integrada

É indispensável, e fundamental, integrar a agência que irá atuar nas mídias sociais com sua equipe internamente. É preciso ter agilidade e precisão nas respostas a serem publicadas.

5. Gerenciamento de Crises

Os Relações-Públicas há anos cuidam do gerenciamento de crise das empresas. Criam manuais e orientam a empresa como lidar em diversas situações. Nas redes sociais não é diferente, devemos estar também preparados para lidar com eventuais crises geradas e agir com agilidade e muita seriedade.

5. Ter bom senso

As redes sociais têm como sua composição básica: pessoas. Não é como um comercial de TV que seu canal é de mão única. As redes são um canal de mão dupla e ponto principal de discussão e desabafo. Respeito e etiqueta são os pilares para não ser tachado negativamente.

Já é possível manter a privacidade, desativando o Google Analytics. Mas que "privacidade" é essa?

Add-on Google Analytics. Tools.

Add-On :: Desativar Google Analytics

Ao ficar sabendo desta notícia me questionei sobre o que seria exatamente essa “privacidade” que o Google agora que dar a seus usuários. Seria pressão por conta do que está acontecendo com o facebook ou seria uma manobra monopolista de criar o vírus e depois a vacina?

O lançamento deste “add-on” impede o envio de informação para o serviço Google Analytics e faz a ferramenta não servir mais.

A ferramenta já está disponível em sua versão beta para os browsers Internet Explorer, Firefox, e Chrome.

Ao meu ver esta ferramenta é apenas para dar uma opção “escolha” para se proteger contra os ataques que estão acontecendo ao Facebook. Ou pode ser ainda pior a minha premissa. Será que é pra vender um serviço pago, ou seja, na minha analogia a “vacina”?

É no mínimo irônico o Google criar o Analytics e depois fazer ele se tornar inútil.

Por um Google Analytics gratuito, sugiro não instalar #analyticsfree.

Mas, claro, todos têm o direito de escolher.

Você realmente acredita que sua privacidade está sendo invadida pelo analytics? Bem, para quem não sabe, ele não informa seu nome, telefone, nem muito menos seu endereço. Apenas nos dar um norte para podermos melhorar nossas estratégias de marketing digital.

E você, o que acha desta política de privacidade do Google?

Ao ficar sabendo desta notícia me questionei sobre o que seria exatamente essa “privacidade” que o Google agora que dar a seus usuários. Seria pressão por conta do que está acontecendo com o facebook ou seria uma manobra monopolista de criar o vírus e depois a vacina?

O lançamento deste “add-on” impede o envio de informação para o serviço Google Analytics e faz a ferramenta não servir mais.

A ferramenta já está disponível em sua versão beta para os browsers hoje Internet Explorer, Firefox, e Chrome.

Ao meu ver esta ferramenta é apenas para dar uma opção “escolha” para se proteger contra os ataques que estão acontecendo ao Facebook. Ou pode ser ainda pior a minha premissa. Será que é pra vender um serviço pago, ou seja, na minha analogia a “vacina”?

É no mínimo irônico o Google criar o Analytics e depois fazer ele se tornar inútil.

Por um Google Analytics gratuito, sugiro não instalar #analyticsfree.

Mas, claro, todos tem o direito de escolher.

Você realmente acredita que sua privacidade está sendo invadida pelo analytics? Bem, para quem não sabe, ele não informa seu nome, telefone, nem muito menos seu endereço. Apenas nos dar um norte para podermos melhorar nossas estratégias de marketing digital.

E você, o que acha desta política de privacidade do Google?

O poder das mídias sociais no relacionamento e reputação das empresas

Nos dias atuais não tem jeito de sua marca ser relevante se ela não estiver na web. Esta foi a grande revolução do século XXI. Uma revolução econômica e social. Podemos dizer com toda certeza que temos um novo canal de vendas e de comunicação. O mercado mudou sua forma de se comunicar com seu público, porque seu público mudou sua forma de se comportar.

Nos princípios de marketing já se dizia que devemos avaliar o comportamento do consumidor para sermos bem-sucedidos na venda de nossos produtos e serviços. E, por isso, podemos dizer que as mídias sociais influenciam diretamente sobre o seu negócio, tanto positivamente como negativamente. Muito cuidado com o que o escreve, senão todo o trabalho realizado pelo seu Relações-Públicas, vai por água abaixo. Cuide de sua reputação também online.

É fato que cresce exponencialmente o número de empresas utilizando as redes sociais para alavancar o seu negócio na Internet. Porém, criar o perfil empresarial no Twitter, Orkut e Facebook, não é suficiente. É preciso saber usar corretamente as mídias sociais.

Devemos ter bom conhecimento das ferramentas e ter boas práticas para poder nos relacionar de forma eficiente com o nosso público-alvo.

Segue aqui duas dicas básicas, e essenciais, do que você deve ou não fazer para começar com o pé direito:

>      Em primeiro lugar, seja sincero e não crie perfis falsos. Da mesma forma que as boas práticas de relações-públicas é colocada para os outros canais de comunicação, nas redes sociais não é diferente.

>      Não se autopromova, e sim, compartilhe e interaja ao máximo. A rede social não é publicidade, e sim canal de relacionamento.

Com essas duas premissas você poderá incluir e começar a explorar as mídias sociais no seu planejamento de marketing e de vendas do seu negócio. Mas, procure um bom profissional para lhe orientar. O mundo está cheio de boas intenções, mas se não utilizar direito às mídias sociais, elas poderão se virar contra você mesmo.